Como investir em renda fixa com a SELIC a 2,25%


O Brasil é um país que, até pouco tempo, era conhecido por ofertar títulos de renda fixa que cobriam muitos investimentos de renda variável pelo mundo. Entretanto, as taxas de retorno do Tesouro Nacional começaram a cair e atualmente (jul/2020) já chegam a 2,25%.

Com esse cenário, a renda fixa se tornou algo que não é tão almejado como antes. Além disso, a poupança, que outrora era o único investimento da maioria das pessoas, não tem alcançado nem a inflação.

Ao observar esse cenário, o que fazer?

É importante SEMPRE olhar o LONGO PRAZO.

Ao realizar investimentos de longo prazo você está sendo estratégico, pois esses investimentos que garantirão o retorno necessário para a sua independência financeira.

É importante observar o que está acontecendo neste momento, mas não é essencial não observar apenas o que está acontecendo agora. Portanto, é importantíssimo observar as expectativas que são almejadas para os próximos períodos pelos investidores e pelo próprio mercado.

Por exemplo, a expectativa para a inflação dentro dos próximos meses é de apenas 2%. Já a expectativa esperada para o próximo ano é de 2,9%. Entretanto, se olharmos mais para a frente, podemos ver que a expectativa da inflação para cinco anos é de 5,9%.

A inflação acompanha os preços das coisas, ou seja, é o tanto que houve de perda de poder aquisitivo durante aquele período. A intenção de investimento de longo prazo é, não só manter o mesmo poder aquisitivo daquele dinheiro, como superar o poder aquisitivo dele. Portanto devemos sempre superar a inflação.

Então... o que devo fazer para superar a inflação?

Para superar a inflação com renda fixa é necessário procurar os títulos pós fixados que sejam indexados ao IPCA.

O que é ser indexado?

Um título indexado significa que ele vai te remunerar a taxa daquele índice que ele possui a indexação. Dessa forma, um título indexado a inflação irá te remunerar ao menos a inflação.

Se você investir R\$ 10.000,00 hoje em um título indexado à inflação, em 10 anos você terá o mesmo poder de compra que os R\$ 10.000,00 tem hoje, ou seja, seu dinheiro não desvalorizou.

Existem outros títulos muito interessantes, que são os títulos indexados que pagam uma taxa a mais. São aqueles conhecidos como IPCA + 2%, por exemplo.

Esse título te garante ao menos que você tenha a mesma quantidade em poder aquisitivo do que você está investindo e ainda garante um aumento de 2% ao ano do seu capital.

Como falei anteriormente, a melhor forma de investir no longo prazo é observar o longo prazo. Então, você deve olhar nesse momento para títulos que apresentem resultados que garantam a permanência de poder aquisitivo e ainda te remunere em algum resultado extra.

Mesmo que nesse momento o rendimento seja baixo, ao observar o futuro e planejar seu rendimento, muitas vezes, você estará superando os resultados de outros títulos que parecem mais atraentes para o próximo mês, por exemplo. Como por exemplo o prefixado a 5% ao ano.

Dessa forma, a melhor investimento nesse momento são os títulos indexados que possuem uma taxa de remuneração superior ao IPCA.

Procure por esses títulos na sua corretora e veja quais são os valores mínimos de investimento e não perca a oportunidade.


Perder de investir/ganhar é perder dinheiro. 

Siga nas nossas redes Sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages